Você está aqui: Página Inicial Divulgação NOITE DE AUTÓGRAFOS

NOITE DE AUTÓGRAFOS

por Pietra Soares última modificação 26/11/2009 13:48

Um grande público prestigiou ontem, 25, a noite de autógrafos protagonizada pelo assessor político da CNBB, padre José Ernanne Pinheiro, que lançou seu livro “Memória e Missão: Experiências de vida”.  O ato de lançamento aconteceu na sede da CNBB, em Brasília, e contou com a presença dos ministros do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, e da Saúde, José Gomes Temporão, além do ministro do STF, José Antônio Dias Toffoli e do chefe de gabinete da Presidência da República, Gilberto Carvalho. O cardeal José Freire Falcão e o secretário da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa, além de outros bispos, também participaram da cerimônia, assim como os senadores Marco Maciel e Pedro Simon e vários deputados.

Noite de autógrafos

 Ministro Patrus Ananias“O padre Ernanne é um homem que tem princípios e valor. Ele é um homem do povo, comprometido com os pobres, trabalhador. Ele constrói a possibilidade do bem”, disse o ministro Patrus Ananias ao discursar sobre a “dimensão política e espiritual” do padre Ernanne.

O ministro ressaltou a amizade com o autor da obra publicada. “Recebi do padre Ernanne muita solidariedade nos desafios que encontrei no Ministério. Padre Ernanne é um irmão e nunca se deixou levar pela omissão ou pelo sonho que tira da realidade”, acrescentou.

Pe. José Oscar BeozzoO seu colega de estudos em Roma nos anos de 1960, padre José Oscar Beozzo veio de São Paulo para prestigiar o amigo. “Padre Ernanne é um exemplo de companheiro, de serviço à Igreja e de cidadão”, testemunhou padre Beozzo. “Ele age sempre com discrição. Vemos o fruto de seu trabalho, mas não a sua pessoa. Ele não aparece”, concluiu.

No seu livro, publicado pelas Paulinas Livraria, Noite de autógrafospadre Ernanne faz uma memória dos principais momentos de sua vida, descreve o perfil de sua família e mostra como vive seu ministério presbiteral a partir dos diversos trabalhos que assumiu desde que foi ordenado padre em 5 de dezembro de 1965. Na obra ele recorda fatos e pessoas que sempre fizeram e fazem parte de sua vida e de seu ministério.

“Ao relembrar as pessoas e os fatos que marcaram sua vida no passado, padre Ernanne revela sua personalidade e não só o que foi, mas o que é”, escreve o cardeal Falcão ao apresentar “Missão e Memória: Experiências de vida”.

O autor

Padre José Ernanne Pinheiro nasceu em Jaguaretama, estado do Ceará, no dia 11 de agosto de 1938. Fez os estudos fundamentais na diocese de Limoeiro do Norte, o curso de filosofia no Seminário Prainha, em Fortaleza, e o de teologia na Universidade Gregoriana, em Roma. Antes de ser ordenado padre, entre 1964 e 1965, fez um “estágio no meio operário” na França, morando com uma equipe dos padres Mission de France, como ele mesmo conta no livro.

Noite de autógrafos

 Ordenado padre no dia 5 de dezembro de 1965, Ernanne trabalhou como formador do seminário de Fortaleza um ano e depois, durante 19 anos, atuou na arquidiocese de Olinda e Recife como coordenador da pastoral e diretor do Instituto de Teologia do Recife (ITER). Em 1986, padre Ernanne se transfere para Brasília a convite da CNBB onde atua como assessor do Setor de Leigos, Subscretário de Pastoral, membro do Instituto Nacional de Pastoral (INP), membro da Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP) e assessor político, tendo sido um dos responsáveis pela criação do Centro Nacional Fé e Política Dom Helder Câmara, do qual é secretário executivo. De 1996 a 2001, passa a dirigir o Centro Cultural Missionário, organismo da CNBB, e, em 2001, volta a assumir a assessoria política. 

Fonte: CNBB

Ações do documento