Você está aqui: Página Inicial Divulgação BENTO XVI DESTACA RENASCIMENTO DA TEOLOGIA LATINA EM AUDIÊNCIA GERAL

BENTO XVI DESTACA RENASCIMENTO DA TEOLOGIA LATINA EM AUDIÊNCIA GERAL

por Pietra Soares última modificação 28/10/2009 16:10

Na audiência geral desta quarta-feira, 28, o papa Bento XVI se dirigiu a milhares de fiéis, na Praça São Pedro para falar do Renascimento da Teologia Latina. Durante seu discurso, ele frisou o século XII, o qual ele destacou como período favorável para a teologia latina.

O pontífice explicou que na época reinava na Europa a paz e o desenvolvimento social e a Igreja produzia notáveis frutos, entre eles, a expansão da vida consagrada. No século XIII viria a surgir figuras importantes para a Igreja, como Santo Tomás de Aquino e São Boaventura.

Bento XVI se referiu aos mosteiros e os classificou âmbito de grande atividade teológica. Outro espaço de florescimento teológico, segundo o papa, foram as escolas que apareceram junto às catedrais. “Estes centros, dedicados à instrução do clero, buscavam apresentar a harmonia e a unidade da Revelação Cristã, mediante o chamado ‘método escolástico’, onde predomina a confiança na razão para a compreensão das verdades da fé.

Em português, Bento XVI explicou este período:

 

“Queridos irmãos e irmãs,

No século XII, a partir dos mosteiros e das escolas junto das catedrais, desenvolveram-se dois modelos diferentes de teologia: a «teologia monástica» e a «teologia escolástica». A primeira foi desenvolvida pelos monges, devotados ouvintes e leitores orantes da Sagrada Escritura, que procuravam incentivar e nutrir o desejo amoroso de Deus. A teologia escolástica é obra de pessoas cultas, de mestres desejosos de mostrar o caráter razoável e o fundamento dos mistérios de Deus e do homem, que se devem acreditar com a fé, mas também compreender pela razão. Fé e razão, em recíproco diálogo, vibram de alegria quando ambas são animadas pela busca duma união cada vez mais íntima com Deus.

Amados peregrinos do Porto e demais pessoas de língua portuguesa, sede bem-vindos! Uma saudação particular ao coro infanto-juvenil de Maringá e aos grupos paroquiais de Santa Cruz, em Belém, e de Nossa Senhora do Carmo, no Rio de Janeiro. Que nada vos impeça de viver e crescer na amizade de Deus. Procurai iluminar o vosso caminho com a Palavra divina, ouvindo-a atentamente na Eucaristia do domingo e reservando alguns momentos em cada dia para a sua meditação. Sobre vós e vossas famílias, desça a minha bênção."

Antes que o papa saudasse os fiéis de língua portuguesa, o coro infanto-juvenil de Maringá entoou a música "Aquarela do Brasil" na Praça S. Pedro.

 

Informações: Rádio Vaticano

Ações do documento