Você está aqui: Página Inicial Divulgação PASTORAL CARCERÁRIA DE SANTA CATARINA DEBATE IMPLANTAÇÃO DA DEFENSORIA PÚBLICA

PASTORAL CARCERÁRIA DE SANTA CATARINA DEBATE IMPLANTAÇÃO DA DEFENSORIA PÚBLICA

por Pietra Soares última modificação 23/09/2009 14:29

Nos dias 11, 12 e 13 de setembro aconteceu o 17° Encontro Estadual da Pastoral Carcerária do Regional Sul 4 da CNBB (Santa Catarina). Estavam presentes 62 agentes da Pastoral de todo o estado.

No primeiro dia, depois da acolhida e da celebração da eucaristia, os presentes apresentaram foram apresentados ao material da Campanha da Fraternidade 2010. No encontro também foram ressaltados os seguintes assuntos: os seminários ocorridos em âmbito regional, diocesano e paroquial; repercussão do tema na mídia; as sessões solenes ocorridas na Assembleia Legislativa e nos municípios; os debates ocorridos nos colégios e universidades.

O coordenador regional da pastoral, padre Célio Ribeiro, lançou a seguinte questão: um Estado tem a faculdade de escolher ou não o que está previsto na Constituição Federal? E acrescentou: “A Defensoria Pública em Santa Catarina deve ser uma instituição inovadora, democrática, autônoma e transparente. Os profissionais envolvidos deverão ser compromissados com a proteção e promoção dos direitos humanos”, explicou.

Após o encontro, a Pastoral Carcerária assumiu alguns compromissos para 2010: intensificar a coleta de assinaturas para o abaixo-assinado do movimento; projetar uma ação civil pública, a partir dos encarcerados para implantação da Defensoria Pública no estado e popularizar o assunto através de seminários nas dioceses e universidades com a temática.

Fonte: CNBB

Ações do documento