Você está aqui: Página Inicial Documentos Fórum social de políticas públicas para juventude será um dos legados sociais da JMJ Rio2013

Fórum social de políticas públicas para juventude será um dos legados sociais da JMJ Rio2013

por Pietra Soares última modificação 19/07/2013 10:36

A Superintendência de Políticas Públicas para Juventude do Governo do Estado, órgão da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, promoverá em parceria com a Jornada Mundial da Juventude Rio2013 (JMJ Rio2013), um fórum social de políticas públicas para a juventude. O evento faz parte do legado social e da programação oficial da JMJ Rio2013.

O fórum social “Juventude Viva” acontecerá na comunidade de Manguinhos, dos dias 24 a 26 de julho, das 13h às 17h. O Papa Francisco visitará a comunidade no dia 25 de julho. Além de debates, haverá workshops e atividades culturais. 

O compromisso foi firmado na manhã da última sexta-feira, 12, entre o Arcebispo do Rio de Janeiro e Presidente do Comitê da JMJ Rio2013, Dom Orani, o Secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira, e o Superintendente de Políticas Públicas para Juventude, Tiago Santana.

O superintendente, Tiago Santana, explica a importância do debate sobre os direitos dos jovens. “A Jornada é muito mais do que o encontro da juventude com o Papa. É também um momento de reflexão da juventude sobre o contexto atual”, afirmou.

Gestores e lideranças

Participarão do fórum gestores, lideranças da igreja como o Conselho Nacional das Igrejas Cristãs (CONIC-RJ), Pastorais da Juventude Estudantil e Rural e Movimento Popular. O evento tem apoio da Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB). Segundo Tiago Santana, o espaço dá voz ao gestor, a movimentos, mas principalmente para o jovem comum, e também para as organizações da Igreja.

No primeiro dia do fórum, serão destacadas as ações do estado e do município do Rio a respeito dos direitos sociais e oportunidades da juventude, sobre sustentabilidade e desenvolvimento social.

No segundo dia, o debate será sobre saúde e qualidade de vida, entrando no legado social da Jornada, que fala a respeito da prevenção do uso do crack.

No último dia do fórum, representantes do Plano Nacional Juventude Viva, do Governo do Estado, juntamente com a CNBB e movimentos sociais, afirmarão sua posição contra a proposta de redução da maioridade penal.

Depois de nove anos o Congresso Nacional aprovou o Estatuto da Juventude, sendo assim, a partir de agora o gestor público deverá se orientar por regras objetivas que garantam mais oportunidades para a juventude brasileira. Algumas como acessos a mais e melhores instrumentos de mobilidade urbana, cultura, qualificação, inserção no mercado, fortalecimento da política de educação, os direitos sociais da juventude.

“Ao tempo que o Brasil aprova o Estatuto, recebemos a juventude do mundo no Rio de Janeiro. É um momento rico para que possamos celebrar essas vitórias, mas também um momento para que possamos ampliar as relações com os movimentos sociais”, concluiu Tiago.

O Superintendente de Políticas Públicas para Juventude reforçou ainda que a Jornada servirá como instrumento de capacidade para reunir várias juventudes, para um único propósito, respeitando as diferenças, em uma união de esforços em políticas de mais direitos e oportunidades para a juventude.

Informações Fórum Social Juventude Viva:

Local: Parque Manguinhos

Endereço: Av. Dom Helder Câmara, nº 1.184

Data: 24 a 26 de julho

Horário: Das 13h às 17h

Ações do documento