Dom Pedro Casaldáliga completa 91 anos

No último dia 16 de fevereiro completou 91 anos de vida Dom Pedro Casaldáliga, bispo, profeta, poeta dos pobres, dos povos indígenas, dos posseiros, da Amazônia! Nascido na Catalunha, Espanha, fez-se brasileiro sertanejo por opção, ao assumir pisar a terra vermelha do nordeste do Mato Grosso como seu chão.

Às margens o rio Araguaia, fez sagrar-se bispo, tempo por insígnias um chapéu de posseiro e um remo de pescador. Numa carta pastoral de primeira hora denunciou as seculares injustiças da Amazônia e fez de sua vida denúncia, profecia e poesia, sacramento de sangue e amor.

Terra nossa, Liberdade
Esta é a Terra nossa
a Liberdade
humanos!
A Terra dos Homens
que caminham por ela,
pé descalço e pobre.
Que nela nascem,
dela para crescer com ela,
como troncos de Espirito e de Carne.
Que se entregam a ela,
cada dia,
e a entregam a Deus e ao Universo
em pensamento e suor,
em sua alegria,
e em sua dor,
com o olhar
e com a enxada
e com o verso
Prostitutos cridos
da mãe comum,
seus malnascidos!
Malditas sejam as cercas vossas,
as que vos cercam por dentro,
gordas, sós,
como porcos cevados
fechando,
com seu arame e seus títulos,
fora de vosso amor,
aos irmãos!
( Fora de seus direitos,
seus filhos
e seus prantos
e seus mortos,
seus braços e seu arroz1)
Fechando-os
fora dos irmãos
e de Deus!
Malditas sejam
todas as cercas!
Malditas todas
as propriedades privadas
que nos privam
de viver e de amor!
Malditas sejam todas as leis
amanhadas por umas poucas mãos
para apararem cercas e bois
e fazer a Terra escrava e
os escravos os humanos!
Outra é a Terra nossa,
homens, todos!
A humana Terra livre, irmãos!
(CASALDÁLIGA, 1978, pp. 192-193)3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *