Escola Fé e Política da Diocese de Garanhuns da Inicio a 6ª Turma

Ao longo de toda a Quaresma a Igreja procurou refletir sobre a “Fraternidade e superação da Violência”, olhando as difíceis realidades da nossa sociedade atual, marcada pela omissão dos poderes públicos, pelas desigualdades tão características do capitalismo, e pela parcialidade das esferas de poder na garantia dos direitos básicos. Toda esta violência política nos  chama a estabelecer cada vez mais um diálogo político em nossas bases, diálogo este que vem sendo motivado pela Escola Fé e Politica irmãos Juvenal Bomfim e Gabriel Hofstede há 6 anos.  Inspirados por esse convite cerca de 35 participantes estiveram reunidos no Recanto Franciscano Nossa Senhora de Guadalupe – Sítio Cruz/Garanhuns, nos dias 24 e 25 de Março de 2018 para dar início a mais uma etapa de formação.

A 6ª Turma está a começar sua caminhada, e no momento de oração cada um foi colocando de onde veio, e o que trazia para partilhar com os irmãos – foram muitas as expectativas partilhadas. A turma é formada por 22 alunos, sendo 4 da Diocese de Caruaru e 18 vindos de 6 paróquias de nossa Diocese, ligados diretamente dentre outros serviços eclesiais, a sindicatos, associações, conselhos paritários e comunidades quilombolas.

A emoção ficou por conta da chegada de Padre Gabriel Hofstede, que partilhou um pouco da sua experiência e do seu grande sonho de ver no Brasil uma organização social mais justa e igualitária. Logo após o grupo se dividiu, alunos da 5ª Turma seguiram para o bosque dos Jatobás, estudar, com a ajuda de Flavianeide Pereira (Cáritas  NE2), sobre políticas públicas e as formas de controle social. No salão a 6ª Turma ficou com a assessoria de Rubens Pita (Escola Fé e Política NE2 – Pe. Humberto Plummen) refletindo sobre os conceitos de Fé e Política, e como essas duas esferas estão tão interligadas na nossa missão cristã.

A noite começou com momento de reafirmar o compromisso daqueles que estavam concluindo a Escola, seguem para suas bases fortalecidos para serem multiplicadores da luta pela libertação de todos. A tradicional confraternização foi regada a boas conversas e um pouco de forró. Na manhã do domingo Liliane Alves (Pequena Família Franciscana) tratou de forma mais direta a temática da Campanha da Fraternidade 2018, nos lembrando do cuidado nas relações interpessoais buscando caminhos de superação da violência. Concluímos este final de semana formativo participando junto à comunidade da Celebração de Ramos, e seguimos…na esperança do reencontro em breve.

Fonte Escola de Fé e Política de Garanhuns

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *