PARCERIA É ESTABELECIDA ENTRE CEFEP E CESEEP NO CURSO DE MAIO, PARA MILITANTES CRISTÃOS

O CEFEP foi presença ativa na edição de 2021 do Curso Latino Americano de Militantes Cristãos promovido pelo Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e a Educação Popular, o CESEEP.

As duas entidades (CEFEP e CESEEP) que também são membros fundadores da Rede Brasileira de Fé e Política – a REFEP, estabeleceram uma parceria na edição do curso deste ano.

Coube ao CEFEP, a colaboração na divulgação do curso junto aos coordenadores que compõem a Articulação das Escolas de Fé e Política, Fé e Cidadania, Cidadania e Política no Brasil. Devido esse apoio na divulgação, o CEFEP foi contemplado com 05 de bolsas de estudos para este curso, que os destinou aos coordenadores das escolas locais. O CEFEP bancou o custeio de mais 04 interessados.

A participação no curso contou com a presença de:

Nome do Representante Escola contemplada
Luís Lopes da Silva Escola de Fé e Política do Regional Oeste 2 da CNBB
Maria Angélica C. de Oliveira Escola da Cidadania da Zona Oeste de São Paulo – região do Butantã
Maria de Fátima Cavalcanti Escola de Fé e Política “Dom Manuel Pereira” – Diocese de Campina Grande/PB.
Maria do Rosário Silva Rodrigues Escola de Fé e Política da Diocese de Uberaba/MG
Ana Neide de Barros Escola de Formação de Lideranças Cristãs da Diocese de Salgueiro/PE
Regilvania Mateus Araújo Escola de Fé e Política “Dom Helder Camara” do Regional Nordeste I da CNBB – Arquidiocese de Fortaleza/CE
Danilo Silva de Oliveira Escola de Fé e Política da Diocese de Macapá/AP
Letícia Altoé Escola de Fé e Cidadania da Diocese de Colatina/ES

 

A parceria ainda contribui com a participação de uma cursista do Equador. O CEFEP esteve representando também com a participação de seu Secretário Executivo, Paulo Adolfo Simões.

SOBRE O CURSO

O curso ocorreu entre os dias 02 a 22 de maio e contou com a presença de 50 participantes do Brasil e de outros países da América Latina, como Cuba e Equador.

O curso deste ano teve como tema – “Democracia em risco: reinventar as práticas de atuação social e política”. O objetivo específico é oferecer um espaço ecumênico e latino-americano, para o estudo, análise e interpretação da realidade mundial, latino-americana e caribenha.

A definição do tema deste ano, aborda a questão da Democracia, por entender que a mesma vem sofrendo ataques dos governos autoritários eleitos democraticamente na América Latina e no Caribe. Isso se justifica ao observarmos um avanço da retirada dos direitos sociais e a negação dos direitos humanos, amparadas por um amplo processo de alterações nas leis que asseguravam essas garantias, contando com um forte apoio de setores do judiciário e da economia.

NOTAS E MANIFESTO

Os participantes do curso ao final da edição desse ano, decidiram expressar seu apoio através de um Manifesto pela defesa da Democracia e pelo desejo de sua implantação efetiva no território latino americano e caribenho.

Como forma de gesto concreto, houve também a iniciativa dos participantes do curso em confeccionar notas endereçadas ao povo chileno, colombiano, brasileiro e palestino.

Ao povo chileno pelo êxito no processo de retomada do processo de democrático em seu país. Ao povo colombiano por sua luta contra um projeto neoliberal, amparado num processo de militarização das ruas e da violência das polícias promovida pelo governo antidemocrático e antipopular da Colômbia. Ao povo brasileiro foi dirigida uma nota de indignação diante da necropolítica adotada pelo Governo Federal e do negacionismo genocida ao qual o povo brasileiro vem sendo submetido.

Uma última nota foi destinada de apoio foi destinada ao povo palestino que sofre por parte do Governo de Israel um violento processo de despejo das famílias palestinas de seus territórios, infringido um flagrante desrespeito do direito internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *