Vargem Grande Paulista sedia a 10ª Reunião Anual de Dirigentes de Movimentos Eclesiais, Associações e Serviços

“A sua primeira e imediata tarefa não é a instituição e o desenvolvimento da comunidade eclesial esse é o papel específico dos pastores – mas sim […] o vasto e complicado mundo da política, da realidade social e da economia, como também o da cultura, das ciências e das artes, da vida internacional, dos mas media e, ainda, outras realidades abertas à evangelização, como sejam o amor, a família, a educação das crianças e dos adolescentes, o trabalho profissional e o sofrimento” (Paulo VI, EN, n. 70).
Mariápolis Ginetta
Vargem Grande Paulista, 16 a 18 de março de 2018.

A 10ª Reunião Anual dos Dirigentes de Movimentos Eclesiais e Serviços, aconteceu em Mariápolis , neste final de semana – 16 a 18 de março – com a participação de diversos carismas.

Tendo como base o DOC 105 – Capítulo III – AGIR, o assessor da Comissão para o Laicato, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil  – Laudelino Augusto, trabalhou o item de acordo com a realidade vivenciada hoje. Diante do tema, foram feitos trabalhos de grupo buscando responder o questionamento “O que foi realizado até aqui a partir do DOC 105, e o que temos planejado para celebrar este que é o ano do Laicato?

Após essa dinâmica a reflexão do Grupo foi de que o Ano Nacional do Laicato está acontecendo de maneira exponencial em todas as partes do Brasil, e que todos estão trabalhando na formação, conscientização e vivência em diversas ações de acordo com o carisma de cada um. Este certamente é um momento de grande iluminação, pois está trazendo aos leigos e leigas a compreensão plena do seu papel diante da igreja e do mundo.
Durante o encontro, cada comunidade ali presente, apresentou um pouco do trabalho que desenvolve em sua realidade, qual a razão de sua existência, repassando conhecimento e experiências.

Domingo,   o escritor e editor, Klaus Brushke membro do Movimento dos Focolares, desenvolveu o momento Mariano trazendo como tema: “Maria, mulher livre, verdadeiro sujeito da comunidade cristã”.
O encerramento no domingo deixa para o grupo a responsabilidade de  desenvolver um trabalho conjunto, para a Semana Missionária nas paróquias e dioceses.

CEFEP

Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *